Só acontece comigo

Postado por Unknown | | Posted On sexta-feira, 3 de dezembro de 2010 at 17:12

O caso do pneu furado

pneu-furado-620x260

  Depois do trabalho eu estava mais cansado que cachorro vesgo correndo atrás do próprio rabo, peguei minha bicicletinha e me preparei pra ir embora. Na metade do caminho (minha casa fica uns 20 minutos de bicicleta do trabalho – 10, se eu não fosse gordo) o pneu furou. Cacos de vidro no chão.

  Pensei em continuar e chegar em casa a pé mesmo, mas nesse mesmo dia eu tinha auto escola e não tinha grana pra ir de ônibus, então voltei até a unica bicicletaria que eu conhecia. Peguei 10 reais emprestado do meu chefe e pedi pro menino de uns 12 anos arrumar pra mim. Enquanto ele arrumava eu vi o preço da câmara de ar nova – R$ 8,50 - e saí pra fumar.

  Voltei, já estava tudo pronto, tirei meus “deizão” da carteira, nesse momento eu ainda estava muito puto da cara, montei na bicicleta e, querendo ser um cara legal pela primeira vez na vida, entreguei e disse pra ele que poderia ficar com o troco.

  Comecei a pedalar e a ouvir gritos atrás de mim, quando olhei o menino da bicicletaria estava correndo feito um doido na minha direção e chaqualhando os braços. Parei pra ver o que ele queria e ele me disse:

- Desculpa moço, mas o preço da troca é R$ 18,50.

 

  Depois dessa tentativa falha de ser legal eu fui pra casa, envergonhado, puto da vida e agora devendo 20 reais pro meu chefe.

  3 horas depois fui pra auto escola – que é do lado do meu serviço – e qual a minha surpresa quando, passando pelo mesmo caminho anterior, eu pedalo em cima dos mesmos cacos de vidro e a porra do pneu fura novamente. Na mesma porra de lugar, a mesma porra de pneu e só tinha uma porra de bicicletaria por perto.

  Nesse momento eu explodi de raiva, não voltaria pra aquela bicicletaria, não passaria vergonha em frente ao piazinho de volta e também não pediria mais dinheiro emprestado pro meu chefe, o que eu fiz? Joguei a bicicleta no chão e saí caminhando, bufando de raiva.

  Me arrependo disso, agora não tenho mais bicicleta pra trabalhar e, como cheguei atrasado na auto escola, perdi a aula e terei que pagar 35 reais pra remarcar.

  Voltei pra casa andando, e se levo 20 minutos de bicicleta, imaginem o quanto levei a pé. Tava frio, mas quando fico nervoso eu costumo suar muito, e nesse dia bati o recorde de suadeira, parecia um nadador de valetas tentando chegar em casa após uma derrota vergonhosa pra um peixe mutante coberto de merda.

  Não ando mais de bicicleta, ônibus se tornou uma opção agradável pra mim após isso…

 

  Aconteceram mais merdas essa semana, foi difícil. Quando der eu escrevo sobre a “garota que quase com toda certeza iria me dar mas eu não fui” e também sobre a primeira menina linda que fica muito brava comigo na “vida real”.

blog comments powered by Disqus
 
Web Analytics