Um sonho mucho loco

Postado por Unknown | | Posted On segunda-feira, 15 de novembro de 2010 at 14:30

20081117191508_5687_medium_johnny-depp-chapeleiro-louco

  Tudo começou com uma bebedeira, e o bom dos sonhos é que ninguém fica bêbado, aí a razão de eu nunca ter comido ninguém por lá. Eu estava bebendo com um cara que não sei quem é, talvez seja o capeta, talvez seja um anjo das bebidas, talvez seja meu primo, que é uma mistura dos dois.

  Estávamos na rua, com uma garrafa contendo um líquido vermelho, que poderia tanto ser uma bebida gay com morango como poderia ser apenas xixi menstruado, quando passou por nos duas meninas nem tão lindas assim. Elas são irrelevantes para a história, mas uma ficou me olhando e sorrindo, então quis escrever isso para mostrar que sou bonito nos sonhos, ou as pessoas que participam dele são retardadas.

  É ai que começa a mistura entre dragon ball e senhor dos anéis. Eu ouvi boatos de que 7 esferas douradas estavam prestes a cair na terra, e se elas chegassem em mãos erradas, 7 guerreiros do mal iriam aparecer e destruir tudo.

  Mas eles não contavam com o poderoso e extraordinário corredor que estava ali por perto, um garoto que com sua destreza impecável foi capaz de capturar 5 das 7 esferas antes delas caírem no chão. Sim, esse garoto era eu.

  Mas os problemas estavam apenas começando, para destruir essas esferas eu tinha que levá-las para um mini vulcão escondido em um posto de gasolina (??) e dizer um feitiço secreto para, só assim, salvar a humanidade.

  Então chegamos lá, eu e o cara do primeiro parágrafo, estávamos para arremessa-las ao fogo quando uma multidão de pessoas possuídas pelo mal descobriram nossos planos e vieram para nos impedir. Uma batalha de proporções bíblicas começou, de um lado, os bonzinhos (utilizando camisetas azuis), do outro, os malvados (com a camiseta do Atlético paranaense). A luta durou por muito tempo, minhas voadoras eram a melhor parte, eu literalmente voava por uns 3 metros na mesma posição mas nunca acertava ninguém.

  Tinha muita gente lá, mas nos estávamos ganhando, convertemos milhares de atleticanos em azul (que não era a camiseta do Paraná clube, porque esse time fede), e estávamos pertinho da vitória.

  Não sei bem o que aconteceu nesse meio tempo, mas vencemos a batalha e sobrou apenas uma atleticana, uma garota linda, loirinha de olhos azuis. Eu a prensei contra a parede, e nossos diálogos foram mais ou menos assim:

- Você irá morrer menina, eu terei que fazer isso pelo bem de todos nós.

- Não, por favor, eu estou aqui apenas porque me prometeram…

- Cala a boca, não comece a contar uma história triste, porque eu não posso sentir pena de você e me apaixonar. (??)

- Eu tenho uma doença nos olhos e…

- NÃO!!!!!

- Se eu não encontrar minha avó eu ficarei cega para sempre.

(a avó dela era uma das esferas [???])

- Droga, sua maldita, agora estou apaixonado.

  Nesse momento eu a beijei na boca, todos aplaudiram. Então eu comecei a esfregar meu pipi na perna dela (??) e ela pareceu gostar.

  Foi aí que eu acordei, com uma ereção de dar inveja em um pônei virgem, 5 centímetros e meio cutucando meu travesseiro lateral (??), e foi assim que o sonho acabou e a minha imaginação pervertida começou a atuar…

 

“Tudo faz mais sentido se você estiver chapado”

blog comments powered by Disqus
 
Web Analytics