Dormir pra que?

Postado por Unknown | | Posted On terça-feira, 9 de fevereiro de 2010 at 15:25

son_mbulo

  Eu amo dormir, se eu pudesse dormiria o dia inteiro e ficaria acordado de madrugada, onde o silêncio é perfeito, ninguém me incomoda e é quando minha inspiração chega ao seu ponto mais alto, mas nem tudo é perfeito e sempre quando quero dormir um pouquinho mais de manhã aparece alguém para acabar com meu sossego de uma forma nada agradável, são essas as pessoas:

Meu pai

  Eu tenho quase certeza que meu pai odeia me ver dormindo, ele sempre quando tá em casa acha algo para me acordar, imagino que ele acorda as 7h da manhã todo dia, vem na porta do meu quarto, senta e começa a pensar em maneiras de fazer barulho ali perto que não me deixarão dormir. Ele fica pensando e pensando até que algo surge: “Ótimo, porque eu não quebro o chão hoje?”

  E foi isso que ele fez, marretadas e mais marretas as 8h da manhã na porta do meu quarto. Porque disso? Nunca saberei, só sei que tem um baita buraco aqui perto coberto de lona agora. Ou foi só para me acordar ou é uma armadilha para quando eu chegar bêbado em casa e quebrar meu pé.

  Mas ele vai mais longe, eu levanto mal humorado e vou no banheiro, então ele me olha com um sorrisinho sarcástico no rosto e pergunta: Já acordou? Não pai, meu espírito estava ocupando muito espaço na cama e meu corpo resolveu dar uma voltinha por ai.

  Ele usa de várias maneiras para me acordar, desde amassar milhares de latinhas de cerveja após um fim de semana de bebedeira, até sentar na minha porta e gritar com minha mãe que tá na cozinha, ou falar no telefone, porque ele nunca conversa, ele berra. Nunca soube se todos os amigos dele são meio surdos ou ele que é.

  Claro que ele nunca usou a tática de acordar pessoas que meus primos e minha prima usam quando aparecem aqui e eu ainda estou dormindo. Meu primo abre a porta com tudo e passa uma latinha de cerveja na minha cara e não sai dali até que eu beba pelo menos um gole. Minha prima é mais eficiente, ela abre a porta bem devagar, deixa a luz apagada e simplesmente pula em cima do meu corpo desacordado. É tenso dormir aqui nos fins de semana.

  Mas meu pai faz algo pelo menos uma vez por semana, corta a grama, corta pedaços de ferro que nunca vi ele usar, limpa a churrasqueira, etc. Claro que a culpa é minha de ser um preguiçoso e gostar da noite mais do que do dia, mas ainda posso desabafar aqui, um lugar que ele não lê (eu espero).

Meu vizinho

  Eu e meu vizinho temos um tipo de batalha que já dura a anos. Eu nos fins de semana escuto música meio alto de madrugada e ele acorda cedo e liga a maldita máquina de cortar lenha. Tem dias que nenhum de nos dorme, é essa batalha sem fim que ninguém parece querer ceder, aquela máquina faz um barulho infernal, não tem como dormir, parece que ela entra em nossa cabeça e não sai mais, não importa o quão sonolento eu esteja, não dá pra dormir com aquilo.

  A minha música não deve incomodar muito, todos os outros vizinhos escutam funk e pagode a noite inteira, eu escuto rock, o problema é que canto junto, estragando as músicas e quem sabe também penetrando em suas cabeças com minha voz de cantor de karaokê bêbado.

  Espero um dia que essa batalha de sons irritantes acabe e poderemos dormir tranquilos, mas se ele parar de fazer barulho, sempre terá mais gente para fazer.

Vendedores de sonho/churros e carros com som alto

  Tenho a desconfiança que isso é outro complô dos meus vizinhos contra mim, porque esses carros do capeta sempre param na frente da minha casa. Quantas vezes já não acordei com a voz do mesmo cara anunciando: “Sonho, sonho fresquinho de Piracicaba, venha ver freguesia, sonho fresquinho…” ou então: “Churros, churros de doce de leite, churros de chocolate, venha conferir, churros fresquinhos…”

  Eles param aqui na frente e ficam, os vizinhos acho que demoram pra comprar só pra ouvir aquela voz agradável penetrando em seus ouvidos anunciando produtos doces que eu tenho vontade de vomitar só de ver/ouvir.

  Outros caras chatos são os metidos a playboyzinhos que acabaram de ganhar um carro do papai e querem mostrar pra todo mundo que o som deles faz barulho. Ligam no máximo aquele tuchi tuchi sem sentindo e ficam… eles não querem ouvir a música, eles querem que todo mundo ouça. As vezes o carro nem anda, mas o som tá sempre lá, atrapalhando meu sono de beleza que nunca deu certo.

  Outras vezes ligam um funk, e sério, tem uns que mesmo se eu gostasse desse estilo eu teria vergonha de ouvir alto em qualquer lugar, mas eles não, eles querem mostrar que possuem um rádio e um gosto duvidoso para música.

“no ritmo do olodum, quem fez essa pra ela foi o MC Buiu
Bota o dedinho na boca e faz cara de tarada
ela desce até o chão, balança o cu na vara

Balança o cu na vara
Ela balança o cu na vara…”

 

  Porra, sério mesmo que vocês precisam ouvir isso o mais alto possível? Sério mesmo que vocês precisam ouvir isso? Sério mesmo que alguém gravou isso? E pra terminar, sério mesmo que existe um funk, onde tem a risada do pica pau na música inteira e existem criaturas no mundo capazes de aguentar ouvir até o final?

  Que vergonha… mas não vou criticar mais esse estilo só porque não fazem sentido e porque sou acordado com isso quase sempre, agora tentarei tirar essa música do meu ouvido escutando algo que preste ou me matando.

blog comments powered by Disqus
 
Web Analytics