Entrevista de emprego

Postado por Unknown | | Posted On sexta-feira, 8 de janeiro de 2010 at 14:12

carteira-de-trabalho

  Hoje fui numa entrevista de emprego forçada. Forçada porque meu pai me obrigou a ir mesmo eu estando doente pra caralho e quase morrendo na cama a uma semana, mas fazer o que né? Ele é mais forte, paga minhas contas e ainda come minha mãe, não tem como eu discutir. Me acordou 11h da madrugada e fomos, ele me levou de carro pra ter certeza que eu ia entrar, sério, ainda ficou uns 10 minutos lá fora pra garantir isso.

  No caminho ele foi falando: blábláblá seu preguiçoso do caralho blábláblá melhor arrumar esse emprego blábláblá vo tirar o computador do seu quarto e enfiar no seu cu blábláblá essas coisas de pais carinhosos.

  Cheguei lá e já vi que seria foda, a mulher já sabia meu nome, porque aparentemente meu pai ligou pra lá umas 15 vezes enchendo o saco dela. Até que eu estava calmo, ela perguntou coisas que sempre perguntam, idade, no que quer trabalhar, onde eu me vejo daqui a 5 anos (senti vontade de fazer igual o Hyde de “That’ 70 show” a série que to acompanhando agora e responder: na prisão), perguntou o último livro que li e nessa hora me deu um branco. Fiquei uns dois minutos tentando lembrar, ai usei a desculpa clássica: Desculpa, é que foram tantos que nem lembro direito. Ai respondi “O garoto no convés” pior que nem lembro se é garoto ou menino, mas tudo bem. Resumi pra ela, mais detalhadamente do que precisava.

  Quase no final que fudeu tudo. Até aqui eu tinha ido mais ou menos bem, então ela começou a falar o que precisa fazer no emprego (porque ela não explicou isso no começo? Eu não teria passado por nada disso), disse que era um cargo de muita responsabilidade, tinha que atender telefone, anotar coisas, ir nos correios, pegar encomenda, levar, e outras coisas que nem prestei atenção.

  Obs: No meio da conversa dela me deu um puto ataque de tosse, fazer o que? Eu to doente. Comecei a tossir e não parava mais, tive que ir beber água, esperar um pouco e me controlar o resto da conversa. Puta vexame¬¬

  Salário: 300 reais.

  Porra, por 300 reais eu poderia apenas fazer uma massagem semanal nela e nada mais, ela quer um escravo e não um trabalhador, não irei desperdiçar meu talento fodão e minha humildade nisso. Então ela perguntou: ta interessado? Eu, meio sem jeito respondi: Acho que sim.

  Que tipo de cara responde “acho que sim”?? Acho que já fui descartado nessa hora porque ela começou a oferecer outros empregos pra mim.
- Nos temos vagas em outros departamentos se te interessar e podemos também te encaminhar para outras firmas, estamos com uma vaga para atendente de telemarketing, salário 550, mais vale transporte, vale refeição, vale clube dos chatos, etc. O que você acha?

  Eu neguei porque não quero essa merda não, mas no caminho de volta comecei a pensar como eu me daria nessa coisa, imaginei como eu venderia ovos caipiras super resistentes, por exemplo:

Vamos estar imaginando a venda:

- “ Então senhor, estarei te dizendo agora quais os benefícios de adquirir nossos ovos caipiras exclusivos saídos diretamente de uma galinha-touro dos pampas nordestinos. Gostaria que o senhor esteja imaginando a situação: Você vai estar numa rua com uma sacolinha de nossa empresa nas mãos, com nosso logotipo estampado na frente ‘Nossos ovos, sua alegria’ quando de repente um assaltante vai estar armado na sua frente e estar gritando voz de assalto. O senhor vai estar com medo e deixará os ovos caírem no chão. Se fossem ovos normais, eles quebrariam e você iria estar chegando em casa sem os ovos e sua mulher iria ficar muito furiosa, te bateria, choraria e pediria o divórcio. Mas não, o senhor estava com os ovos ultra resistentes, então eles vão estar caindo, mas o senhor poderá recuperar tudo depois. Depois da vida, os ovos de um homem são seus bens mais preciosos. Você chegaria em casa e sua mulher te amaria e te faria feliz. Pense nisso, essas coisas acontecem todo dia.”

  Mas qual é o preço?

“ O senhor vai estar querendo pagar quanto? Bem, não interessa porque já temos o preço definido aqui, cada ovo custa 1 real, a dúzia fica por 10 reais porque nosso estagiário perdeu a calculadora e não sabe fazer conta de cabeça. É uma grande vantagem, e o frete é quase totalmente de grátis meu senhor.”

1 real cada um? No mercado isso ta muito mais barato.

“ Eu estarei concordando com o senhor, mas já pensou se os do mercado tem mesmo qualidade? Já imaginou que eles podem estar vendendo ovos normais como se fossem caipiras para o senhor? Apenas os pintando de marrom? Você não tem garantia alguma do que estará levando, a galinha pode ter sido criada na cidade grande, mas eles a vendem como se fossem do interior. Isso não ocorre na nossa empresa, todos os ovos são cuidadosamente tirados do interior das galinhas-touro manualmente, não tendo perigo, assim, de serem falsos. E mais, com a nossa qualidade, qualquer virado que o senhor fizer será uma refeição de luxo”

  Ok, vo levar 3 dúzias, você me convenceu. -

fotos_53_galinha-gigante

 

  Acho que eu me daria bem vendendo coisas, cobrando já não porque sou tímido, imagine eu ligando pra alguém:

“ É… senhor… é que… eu sou da empresa… o senhor ta devendo… paga ai meu… por favor… ahh paga vai… por mim *-* "

“ Não tenho dinheiro agora.”

“ Po, sem problema então… quando tiver sobrando… o senhor vai pagar né?… é que… senão… serei demitido…”

“Isso não é problema meu”

“ Então ta… abração ai… desculpa incomodar… manda um beijo pra família…”

tu tuu tuuu tuuuu….

blog comments powered by Disqus
 
Web Analytics