Eu sempre quis ser um pegador

Postado por Unknown | | Posted On segunda-feira, 5 de outubro de 2009 at 16:46

TWO AND A HALF MEN TCA - 2007 CBS Summer Press Tour

  Cara, eu sou fã de pessoas fodas, meu grande herói é o Charlie Harper, do harper’s island two and a half men, seguido de perto pelo Barney, do seriado how i meet your mother (que to viciado, 4 temporadas assistidas em 4 dias), os dois são legítimos pegadores, caras fodas que mesmo não sendo assim tão bonitos conseguem a mulher que quiserem rapidamente. São bêbados, mentirosos, safados e odeiam relacionamento, ou seja, são exatamente o tipo de pessoa que eu gostaria de ser.

  Bem, ser um bêbado eu já consegui, mas ainda falta o resto. Queria ter o “poder” de iniciar uma conversa com alguma mulher sem ficar nervoso e dizer merdas do tipo: “Você é muito linda, ta afim de me beijar até minha lingua cutucar seus mamilos pela parte de dentro?” Eu queria poder usar todo meu poder de sedução, toda a minha lábia, minha beleza e minha facilidade em dizer mentiras pra conseguir isso.

  Esse fim de semana eu fiquei bêbado e descobri que não é uma coisa assim tão dificil, quer dizer, eu cantei minha prima, mas com ela foi fácil. Ahh qual é? Fazia tempo que eu não via ela, eu tava bêbado e ela mostrou fotos dela beijando na boca uma amiga, quem não se excitaria com isso? Mas foi divertido, festa de família, consegui convencer ela a ir, dei cantadas do estilo que faço no meu blog (descobrir que ser romântico é chato pra caralho e sempre me fodo com isso, então porque não fazê-la rir? Apesar de que “você é muito gostosa, posso por uma salsicha e um pouco de maionese dentro de você pra fazer um cachorro? Só cachorro, porque quente eu já estou faz tempo” não é uma coisa que arranca gargalhadas de uma menina e sim uma ligeira risadinha sem graça e um afastamento repentino para um lugar bem longe dali).

  Mas o que importa é que eu tentei, e fui bem, pelo menos nas partes que eu me lembro. Um dia conseguirei sair de meu casulo, vagar pelos bares requintados da cidade, mirar uma carne fresca com peitos, me aproximar e manter uma conversa saudável e bem sexy. No msn eu consigo ser eu mesmo, claro que no msn temos bastante tempo para pensar no que escrever, mas mesmo pensando eu falo um monte de merda, acho que só sou bom em falar merda, to destinado a me casar com uma mulher que tenha cara de cu (péssima essa, eu sei), mas no msn eu consigo dizer coisas que nunca conseguiria dizer na vida real, do tipo… 
- Então, quando eu me encontrar com você poderei te beijar loucamente por horas e dar batidinhas de leve no seu bumbum pra sentir onde que minha barriga vai se apoiar pelos próximos 20 minutos né?
- Eu moro no acre, dificilmente iremos nos encontrar
- Mas ainda posso sonhar com isso certo? E estou sonhando nesse exato momento. Vaaaiii que ta saindo, continua respirando que pra mim já ta beleza.

  É legal, eu canto elas assim, elas fingem que acreditam e que não me acham um louco pervertido, quando eu saio elas me bloqueiam, eu fico triste e adiciono chats nada a ver com meu msn fake e fico cantando outras tutinhas que não me dão moral e acham que sou estranho e retardado.

  *Assunto nada a ver com o resto do post*

  Quinta teve uma palestra na minha escola sobre… sobre… sei la sobre o que era, mas atrapalharam nossa educação física pra nos fazer ver isso, entrei la e a professora começou:
- Então, estamos hoje aqui pela glória de Deus, que ama a todos nos e devemos obedecer a Ele, nosso criador e poderoso Deus. Deus é muito grande, Ele nos fez e fez muito bem, e blábláblá, Deus, blábláblá, começou um teatrinho, blábláblá, mais Deus.

  Ai eu sai da sala, porra… última vez que ouvi tanto o nome de Deus em vão foi vendo um filme pornô americano, não dava pra aguentar, saí e fui jogar truco com uns caras até o diretor chegar e pegar nosso baralho.

*Voltando pro assunto do post mas não lembro sobre o que eu tava falando então deixarei em branco o parágrafo abaixo*

blog comments powered by Disqus
 
Web Analytics