Bêbados são engraçados

Postado por Unknown | | Posted On sexta-feira, 4 de setembro de 2009 at 17:43

Atenção, esse é um texto-baseado

DSC00588 em fatos reais.

 

  Acho que uma grande parte dos leitores desse blog sabem como é ser um bêbado, se nunca aconteceu com vocês provavelmente já encontraram algum cara mamado pela rua cantando, xingando, te cantando, te xingando ou fazendo qualquer merda de bêbados. Eu acho isso incrivelmente engraçado, até certo ponto.

  Eu sou um bêbado, eu sei como é isso, com o alcóol no sangue nos ficamos mais felizes (ou emos), queremos conversar com todo mundo e achamos que todos ao nosso redor tem que gostar de nos e bater um papinho, sempre falamos/fazemos merda nessa situação, cantamos mulheres que nem meu amigo Ramon seria capaz de cantar (e eu já disse aqui como ele é, ta se mexendo, respira e faz coco ele tá pegando), somos incrivelmente chatos quando ficamos assim, mas também somos mais alegres e falamos tudo o que se passa pela nossa cabeça.

  Esses dias eu estava no bar com minha família, lugarzinho agradável e tal, com novos donos que são mais legais que a tia Erva (antiga propietária do bar, não me perguntem porque chamávamos ela assim), e no final da noite, apareceu um bêbado na nossa mesa. Ele começou a conversar primeiro com meu amigo que tava do lado e eu tava me matando de rir, porque meu amigo é cabeludo e o bêbado tava cantando ele achando que era mulher (sério), então ele se virou pra mim e perguntou:
- Eii cara, porque você ta rindo? Hic. Nem vem atrapaiá meus esquemá rapá
- Po, foi mal tiozinho, mas to imaginando a sua surpresa quando conseguir levar ela pra cama, espero que você esteja bêbado o suficiente pra aguentar o que vai vir.
- Você tá zuando comigo seu pirralho?
  Ele levantou e queria brigar comigo, eu também tava meio bêbado e rindo um monte, mas ele tava muito bravo, meus pais só davam risada ao lado, então ele ficou de pé no meu lado, nem um pouco firme mas querendo me bater.
  Como eu não parava de rir ele veio pra me dar um soco, sabem como é um soco de bêbado né? Passou a 2 metros do meu corpo, ele desiquilibrou e caiu no chão. Todos nos começamos a rir dele quando o dono do bar chegou e mandou ele sair, agarrou o velho, deu uns tapas pra ele acordar, e expulsou ele do recinto. O dono pediu desculpas por isso e nos deu uma cerveja de graça e tudo acabou bem \o/.

  Voltando pra casa nos encontramos o velho dormindo na esquina mas nem demos bola, só fiquei imaginando o tamanho da ressada moral que ele terá no dia seguinte.

  Ressaca moral é mil vezes pior do que a normal, quando acordamos e começamos a lembrar das coisas que fizemos no dia anterior, eu sei porque já tive muitas dessa, acordar com cheiro de vômito e a primeira coisa que aparece em nossa mente é: “ Filho da puta, eu realmente disse pra ela que nos não poderíamos ficar porque eu tinha medo de ela me engolir?” ou “ Droga, mesmo depois de eu ter dito isso ela me beijou e fiquei desfilando com ela por todo lugar, de mãos dadas com uma gorda sem dentes e ela nem me chupou. Espero nunca mais encontrar ela”;

  Essa coisa é um saco, ver bêbados na rua é extremamente engraçado pra mim, eu adoro conversar com um sem entender nada do que ele diz e falar um monte de merdas sem sentido também, mas ser um bêbado é triste… mas que ta se importando?? O que importa é se sentir bem na hora, foda-se o amanhã, a ressaca, os vômitos, ser bêbado é ser feliz (até o ponto que você morrer por problemas no fígado 20 anos mais cedo do que esperava).

  Sim, eu me contrariei, ser bêbado é triste e ser bêbado é ser feliz, mas quem bebe entendeu o que eu quis dizer, mesmo eu próprio não entendendo o que eu quis dizer, mas foda-se…

  bebado

  Então bebam, fodam, comam, respirem (esse é o único que você não pode esquecer) e sejam felizes. Se não beberem, comprem cerveja pra mim, to pobre…

 

  Esse é um texto patrocinado pelo Velho Barreiro (ta, nem é, mas um dia será. Eu ajudarei eles a matarem mais pessoas no trânsito e a aumentar a população mundial fazendo propaganda de seus produtos e receberei pra isso, por enquanto farei de graça mesmo)

blog comments powered by Disqus
 
Web Analytics