Sinopse de filmes

Postado por Unknown | Marcadores: | Posted On terça-feira, 2 de junho de 2009 at 01:12

Obs: To escrevendo de luvas porque ta um frio filho da puta que fez meu pipi sumir e meus mamilos ficarem eretos, então perdoem qualquer  erro de digitação.

O iluminado

shining

  Clássico, simplesmente um puta de um filmão clássico. Eu terminei de ler o livro do Stephen King quando lembrei que fazia muito tempo que eu não via o filme, então baixei (foda-se, a locadora mais próxima fica longe pra caramba e não iria esperar passar novamente no SBT), meu, filme fodão. Claro que nem é tão fodão depois de você ler o livro, mas mesmo assim é bom. A pior parte do filme, a Wendy, mulher do psicopata doidão ai da capa. Meu, que mulher feia, se colocassem um chimpanzé dançando tango seria mais bonito que aquele demônio. Sério, ela é feia, chora o filme inteiro, é estranha, parece uma puta em início de carreira se encontrando pela 1ª vez com um kid bengala. Odeio mulheres que só sabem chorar, no livro pelo menos ela parecia mais legal, mais bonita e apanhava muito. Devia ter isso no filme também, a última vez que torci desesperadamente para uma atriz morrer ou sofrer muito num filme foi em A guerra dos mundos, aquela prima de Maísa, Dakota sei la do que, que não parava de gritar. Puta menina chata, filme chato, mas o Tom Cruise é gatão, então ta valendo. Mas voltando para o iluminado, é muito diferente do livro, tem aquelas duas meninas malditas que aparecem mortas, odeio crianças fantasmas, elas me metem mais medo que aranhas. No filme a mulher da banheira é uma gostosona pelada com belos peitos e uma bela vagina, mesmo depois que se transforma numa velha acabada continua sendo boa, acho que não é muito normal eu me excitar com uma buceta de velha, mas dane-se, buceta é igual a um chato, não importa onde esteja sempre será um chato.

  Eu me assustei um pouco com esse filme, mesmo torcendo para o Jack matar todo mundo no final, o que não acontece, mas ele mata o carinha mais carismático do filme, o Dick, o cozinheiro que no livro praticamente salva a vida deles e aqui ele viaja um tempão de avião pra entrar no Motel e morrer de primeira. Acho que o Stanley Kubrick é racista, só pode. Mas ai vai indo, Jack fica doidão, quer matar todo mundo, mas no filme ele não fala a clássica frase: “venha aqui tomar seu remédio”, vai na festinha legal, aparece o homem cachorro chupando um homem, legalzinho até. Mas o final é decepcionante. No livro é muito mais dramático, explode a caldeira e o hotel fica em chamas, Dick pensa em matar todo mundo, mas saem são e salvos, felizes para sempre. No filme só o Jack morre congelado.

  Bem, não tenho muito mais que falar dele, só que aquela porra de mulher que chamaram pra fazer o filme é o capeta em forma de mulher, ok, o Jack Nicholson não é lá o exemplo de beleza mundial, mas ele faz uma coisa que sempre admirei em atores, mexer a sobrancelha. Ator bom tem que mexer a sobrancelha de acordo com seu humor, igual os atores de novela mexicana, esses sim são bons. O Danny até que é lindinho (para uma criança de 5 anos. Não sou pedófilo e nem padre pessoal, não me matem), mas se ele crescer e puxar a “beleza rara” de seus pais ele vai ser mais virgem do que eu. Apesar que ele pode ler pensamentos, isso ajudaria muito, e pode ver o futuro, imagine que massa você poder ver quem irá comer daqui 5 anos? Nossa, esse é meu sonho, deitar hoje, ver eu com 23 anos, fazendo um sexo nervoso e lindo, minha mão continuando a ser forte e bela. Aii, Danny tem sorte, pode saber o que as meninas pensam dele. Esse viverá feliz. Mas já fugi muito do filme e não quero entrar em sexo novamente, então vamos para o próximo, um filme que ainda ta no cinema (eu acho) e que parece, eu disse, parece ser muito bom.

Presságio

Poster Pressagio

  Esse filme tem uma história boa. Em 1959, em uma escola de ensino fundamental, eles tem a idéia de fazer uma cápsula do tempo, pras criancinhas inúteis desenharem o que achavam que iria acontecer daqui a 50 anos. Tudo ia bem, até que uma doidinha, a filha do capeta, a maníaca maluca que todo colégio tem a assustadora LUCINDA começa a escrever números na folha, enche a folha de números. A professora fica assustada e tira a folha da mão dela antes que ela termine. Isso deixou LUCINDA desesperada, quando estavam enterrando a cápsula ela sumiu e se trancou num armário pra escrever o que faltava na porta usando as unhas. É, típico de mulheres na TPM, não conseguem o que quer partem para a agressão física contra os homens, mas nos anos 50 elas eram inteligentes e agrediu a porta, já que ela e um homem não fazem muita diferença, os dois tão sempre duros e sempre atrapalham a vida de quem quer passar. Mas então, ela sei la pra onde vai e se passam 50 anos.

  Em 2009 o filho do carinha principal que esqueci o nome mas que fez filmes como: O senhor das armas, motoqueiro fantasma, 60 segundos e que minha mãe adora ele, ganha da escola o papel da maléfica LUCINDA. Opa, lembrei, é o Nicolas Cage. Obrigado google. Então, o Nicolas Cage desvenda os números e percebe que são datas de grandes acidentes que ocorreram e que vão ocorrer. Faltam apenas 3. Um ele tava perto, um avião caiu e fez churrasquinho de uma galera, outro um trem caiu e matou mais um monte, até ai eu curti pra caralho o filme, tava quase virando fã, mas veio o final…

Contém spoiler, mas não espero que vocês irão ver esse filme, então foda-se.

  Sério, o diretor deve ter fumado uma maconha legal antes de terminar o filme. Acho que todos estavam chapadões, só pode ter essa explicação. Nicolas Cage encontra a neta da LUCINDA (não me perguntem como alguém corajoso o suficiente comeu aquela mulher, mas comeram e fez uma filha ainda) e eles descobrem que a última profecia é o fim do mundo. O sol vai peidar e mandar tudo para os ares, alguma coisa assim. Então eles correm para salvarem suas vidas. Acontece um monte de merda, a neta da LUCINDA é chata pra caralho também (porra cineastas, parem de fazer mulheres chatas, elas enchem o saco) ai tem os caras que sussurram (??) que levam o filho do Nicolas e a filha da neta da capetinha la até um lugar onde uma nave espacial os esperam. Sim, as crianças tem a missão de irem para algum lugar a salvo, transarem até as bolinhas dele virarem duas ameixas secas encolhidas para a espécie continuar. É, alguns homens tem a chance de transarem o quanto quiser e até num lugar sem gravidade enquanto outros tem que se contentar com uma punheta invertida de 4 na frente do espelho. O mundo é injusto. E acaba assim, a terra explode, os dois vão pra um jardim em algum lugar e acaba… A arca de Noé é uma história de ficção melhor que isso.

  Ok pessoal, o que aprendemos com essa sinopse? Aprendemos que o Luan é um idiota sem imaginação pra postar algo decente não devemos confiar em pais de crianças que vêem o futuro e que devemos levar a sério um pedaço de papel escrito por uma menina problemática, mesmo que o nome dela seja LUCINDA. Até a próxima.

blog comments powered by Disqus
 
Web Analytics