Como reconhecer os vários tipos de estudantes de um colégio público

Postado por Unknown | Marcadores: | Posted On segunda-feira, 15 de junho de 2009 at 15:26

Nerds:

nerd

Eles não tem nada a ver com os nerds clássicos que passam nos filmes da sessão da tarde que você assiste todo dia enquanto sua irmãzinha fica no computador tentando descobrir maneiras legais de arrebentar seu hímen sem que haja dor ou um pinto de algum carinha fedido e nojento que tentou pagar 5 reais para ver seus seios recém formados, os nerds das escolas públicas brasileiras são mais “normais”. Pode ser que usem óculos e sejam estranhos, mas normalmente são pessoas com aparência legais, meio fora da moda, andam de cabeça baixa e sentem um amor platônico pela gostosinha da sala ao lado que já deu para mais de 20 caras só nessa semana mas nunca dará pra você de graça. Eles ficam sozinhos no recreio ou em grupo de pessoas tão estranhas quanto eles, levam maçã para o colégio e pensam que são grandes amigos dos professores que aturam esses paga paus porque são mais desgraçados em suas vidinhas sociais do que eles. Esses nerds passam cola para todos, tiram notas altas e ficam discutindo as respostas da prova após essa ter terminado e ficam bravinhos quando descobrem que erraram uma questão sobre relacionamentos humanos. No futuro eles serão mais ricos do que você, mas comerão no máximo uma mesma mulher no resto da vida. Nunca beberam nada alcóolico por medo de ficarem bêbados e esquecerem sua senha do msn ou orkut e não ter com quem conversar durante um dia inteiro. No geral eles são legais, mas não dê muita confiança senão passará o resto dos dias letivos ao lado deles conversando sobre provas, faculdades e gírias da internet. E nunca, nunca mesmo passe seu msn para eles.

Típicos “perfeitinhos”:

ashton_kutcher02

Eles são lindos, são altos, tem olhos verdes, são fortes e toda mulher que passa perto deles tem uma vontade imensa de descobrir como o a mão delas ficaria dentro de sua cueca. Eles pegam quem eles quiserem, são descolados, vão em toda festa que seja marcada, conhecem todo mundo, são simpáticos, bebem pouco para não perderem o controle de sua beleza, usam drogas leves para parecerem mais legais do que já são, estão sempre praticando algum esporte e são disputados por todos para jogar em seus times, tem cabelos legais e fazem o resto da escola morrerem de inveja deles. Normalmente são burros pra caralho, mas nada que uma ajudinha dos nerds que querem ser seus amigos a todo o custo não resolva. Fazem piadinhas sem graça o tempo todo e todos riem, mesmo que seja uma piada que sua avó contava para seus amantes antes do coito para fazê-los relaxar e encarar aquela vagina monstruosa e peluda de onde já saíram umas 15 pessoas que hoje te visitam aos domingos para encher a cara e dizer o quanto você cresceu e engordou. Eles são amados, ninguém briga com eles, andam sempre rodeados de caras fortões e de mulheres lindas, mas no fundo eles se acham uns inúteis que não prestam pra nada e torcem para virarem atletas profissionais pois sabem que é isso ou apodrecer numa cabana fedida, com uma mulher gorda e com filhos ranhentos que quando crescerem irão te bater. Todo colégio tem pelo menos um, fiquem longe deles pois um dia eles te trairão e te humilharão pelo simples prazer de ver os outros rirem de sua cara e para mostrarem sua superioridade para o resto do colégio.

Meninas perfeitinhas:

priscila-bbb-9-no-banho-tirando-biquini

Essas são as que eu mais tenho ódio. São aquelas menininhas que são lindas e sabem muito bem disso e usam de sua beleza para fazer os homens de troxas. Elas tem peitões, tem bunda grande, rostinho bonito e sempre andam com os perfeitinhos. São as maiores vadias que pode existir, pois foram comidas pelo priminho aos 12 anos na casa dele e pegaram prazer por isso, vivendo o resto da vida dando para qualquer um que tenha um carro ou um talão de cheques. Elas se acham as melhores do universo, nunca darão moral para você ou para mim, transam com mais homens em uma semana do que você se masturba pensando nelas, são burras e só tem duas opções na vida: Ganhar dinheiro com o corpo ou casar com algum milionário carente e retardado que a sustente. Elas também fazem piadinha na sala de aula para ver as pessoas rirem com ela, mas elas tem que tomar cuidado ao sentar na cadeira pois de tanto dar o cu para desconhecidos em festas regada a alcool e drogas, elas correm o risco de engolir a cadeira e só retirar quando o médico descobrir que seu primeiro filho está se formando em sua barriga sentadinho e com uma playboy na mão.

Amiguinhos gays:

gay

Todo colégio tem um desses. É aquele cara meio bonitinho até, que sempre anda rodeado das meninas mais belas do recinto. Ele tem várias amigas que o amam de paixão, conhecem todas do colégio, olhando para ele você até tem um pouco de inveja, mas quando chega mais perto descobre que ele arranha o azulejo, morde a fronha, embrulha o cocrete, senta na mandioca. Resumindo: É UMA BICHONA. Como diria o minuto gay de alguma rádio que não lembro qual: Ta na caixa, não é sapato, sai que é uma bonecaa. Fique longe dele para não correr o risco de ser bulinado. Mas nunca tire sarro da bichona, pois as amigas dele o amam e o defenderão até o final. E nunca, jamais, never, nem fudendo, nunquinha da silva chame ele para uma festa. Ele irá beber, você também, bebida nos deixa vulneráveis a tentar coisa nova e ele vai insistir até ter uma orquestra bacana com suas bolas batendo nas dele ao ritmo de I will survive.

Os estranhos:

OgAAAPxVngW_3WMtVi0uvpEDRvnwpx7ZaUkQWrQsPpgmd7EetM1uSFWT61DyxM1PCu-CFyFP2wV_XSN1JGWfjbEwuYcAm1T1UMpvqbrYo82110NKEgvf62KnccNO

Eu me encaixo nessa categoria. São o resto dos restos, os caras que ninguém quer ter como amigo, os anti-sociais, rockeiros, bêbados, com cara de mal, fazem sua própria moda, andam estranhamente, não se relacionam com ninguém, tem notas regularem e estão sempre com a aparência de quem vai matar umas dúzias de pessoas que entrarem na sua frente. Esses quase sempre são gênios mal compreendidos, estão nem ai para a opinião dos outros e reserva suas capacidades para si mesmo. São perigosos, odeiam todo o resto das pessoas já citadas aqui, se isolam, não praticam esportes, não fazem trabalhos e fingem desinteresse para todas as putinhas ninfomaníacas e sadomasoquistas que adoraria saber como somos na cama. Quando crescerem eles serão ou serial killers ou comediantes. Nunca dê atenção para eles para não correrem o risco de servirem de oferenda num ritual satânico no porão de uma casa assombrada.

 

Post sem graça, verei algumas séries de comédia para aumentar meu humor. Até a próxima.

blog comments powered by Disqus
 
Web Analytics