Como seria minha vida

Postado por Unknown | Marcadores: , | Posted On quinta-feira, 30 de abril de 2009 at 15:04

Se eu fosse uma mulher

luan copy                     (uiii bofe, acho que nem preciso de muita coisa pra ser uma mulher )

   Eu seria peitudona, isso é certeza. Teria belos peitos enormes e durinho que começariam a nascer cedo e só iriam desmoronar lá pelos 50 anos. Isso é genético, minha família inteira é composta de seios enormes. Nisso eu ficaria feliz. E bunda, esqueci da grande, durinha e perfeita bunda que eu teria. Tá, tá, tá, vo parar de ser humilde(??) eu seria uma puta duma gostosona.

  Mas deixando de lado toda a gostosura que eu provavelmente teria – iremos descartar o fato de que eu provavelmente seria gorda – pensar em como seria nossa vida se fossemos de outro sexo é divertido (e estranho… muito estranho). Minha vida seria muito diferente, eu teria homens aos meus pés, mulheres me invejando, pedófilos me seduzindo, serial killers me observando e provavelmente teria uma vida, pois ser mulher é mais fácil de se enturmar. Isso se eu não fosse uma gorda nerd de óculos com peitos enormes e pernas peludas, mas isso não vem ao caso aqui, porque essa é minha visão de mulher, e já vou explicando: Eu não sou gay por imaginar isso.

    Pense só, se eu fosse uma mulher, eu poderia sair de casa constantemente, isso faria que me afastasse do computador e nunca teria criado esse blog, claro que mulheres podem ter uma mente problemática e escrota igual a minha, mas acho que seria de um jeito diferente. Quem sabe eu não faria parte do blog da minha amiguinha, o TPM voluntária.

   Mas por falar em TPM. Caramba… teriam que me amarrar sempre nessa época, eu juro que seria insuportável. Ainda mais sabendo que eu já sou insuportável em algumas épocas, imagine se eu tivesse tpm? Nem chocolates e flores iriam resolver, eu seria uma máquina de matar. Até eu tenho medo de mim sendo mulher nessa época. Seria muito estranho.

  Outro fato é que eu sendo mulher, eu iria me relacionar com homens, esses seres sujos, escrotos, nojentos e imbecis que somos. Cara, pra uma mulher achar um homem que preste deve ser extremamente difícil. Ou ela aprende a gostar de cafajestes, ou então me pega, já que sou o melhor amante do mundo*-* é ou não é, mão? Claro que eu teria a oportunidade de ser lésbica, mas não vejo muita graça nisso olhando pelo ponto de vista feminino. Nada contra, eu, como um homem, amo ver mulheres se beijando, mas me vendo como uma mulher seria estranho demais. Que graça tem ter uma caverna se os nômades não poderem vasculhar essa área?

   Depilação: caralhoo isso deve ser a pior coisa do mundo. Depilar a virilha deve doer muito, mas seria um sacrifício que eu iria ter, porque gosto de lisinhas*-*. Mas segundo minhas amigas, essa é uma coisa muito dolorida, tenho medinho. Apesar de que nada supera meu medo de engravidar, caramba, eu odeio dor. Imagine que foda seria pra mim? Vo la, dou pra um qualquer enquanto eu estiver bêbada, engravido, ele foge, eu seria fraca e nervosa demais pra fazer qualquer coisa, meus pais iriam me xingar um monte, a barriga ia crescer, eu veria e sentiria aquela coisa enorme saindo de dentro de mim enquanto eu grito desesperada e sinto a dor de dois pés de elefante pisoteando minhas bolas (é, eu acredito que a dor do parto seja muito mais foda que um soco nas bolas). Não gosto da dor, ela machuca

   Meu, só sei que passei horas ontem pensando nisso (na minha cabeça esse post estava mais engraçado, não me odeiem por isso) e cheguei a conclusão de que ainda bem que nasci “homem”. Eu sei que deve ser porque já estou acostumado com isso, afinal, sou homem desde que nasci, já me acostumei a ter o que brincar de baixo dos cobertores, a ter que fazer a barba, a ser peludo e não precisar depilar. Se eu fosse mulher, teria dois peitos pra brincar no chuveiro, mas isso deve cansar rápido. Peitos são iguais doritos com coca, são ótimos como aperitivos, mas nos comemos ele já pensando no prato principal.

   Acho que já nasci com meu lado feminino um pouco mais avançado do que deveria, mas repito, eu não sou gay. Mas é divertido pensar nas possibilidades da vida. Vai dizer que vocês nunca pensaram em como seria sua vida se não fosse a sua vida? Se você fosse do outro sexo, um animal, um inseto, um corintiano, essas coisas estranhas. Tudo é possivel, na nossa imaginação. Se não fosse assim eu nunca teria comido 90% das mulheres que gosto, em nossa mente podemos fazer coisas incríveis. Eu sempre quis voar, eu poderia ser uma mulher com asas. Ou não, acho que isso seria demais. Elefantes voando seria mais seguro pra população do que eu.

   Porra, quase esqueci de falar que talvez eu tivesse destinado a ter uma alta baixa estima. Principalmente se eu fosse gorda e feia. Mas quem sabe eu não poderia ser uma gatona perfeita igual várias mulheres que conheço? Apesar de que beleza demais atrapalha, ter vários tarados, pedreiros, nerds, virgens, retardados, sociopatas, gordos olhando pra minha bunda não é algo que eu desejo para minha vida. E também nunca quis menstruar, é excitante mulheres menstruadas, mas não queria olhar pro meu objeto raro e disputado e ver ele sangrando, isso me parece ser algo assustador.

   É, eu seria uma vadia… e ae, se eu fosse mulher, você me comeria? (não respondam).

- To pensando em fazer uma série do “como seria minha vida” se eu fosse algo diferente. Me deem dicas do que escrever nos comentários, sua opinião é muito valiosa para mim (nem é, mas comentem mesmo assim, to carente).

 

Créditos da imagem: Guach/tinta/fake/meu amante/ chame ele como quiser. Feito as pressas porque eu precisava dela urgente. Valeu pela ajuda tinta \o/

blog comments powered by Disqus
 
Web Analytics