Sinopse de filmes combo 2x1

Postado por Unknown | | Posted On segunda-feira, 2 de março de 2009 at 14:34

 

Domingão na globo é pior que ser bicado por 15 galinhas no cio de uma só vez enquanto girafas fazem sexo oral em você e elefantes se masturbam na nossa frente tentando comer as galinhas. Aquilo é simplesmente um saco, mas como não tenho escolhas, sem tv a cabo, sem poder ficar na internet de madrugada (meu pai ainda ta puto da vida comigo pelo o que fiz fim de semana passado e não me deixa mais ficar aqui), mas pelo menos é melhor do que ver programas evangélicos ou dormir. Foi na globo ontem que assisti esses dois “filmões”, é clássico atrás de clássico. Vamos la.

  Nunca te vi… sempre te amei

nunca te vi

  No começo eu pensei: Que porra de nome é esse? Puta que pariu, la vem merda. Acertei nessa segunda coisa, mas o nome até que tem a ver com o filme. Não me preocupei em descobrir o nome em inglês, mas isso não vem ao caso. A história é confusa pra caralho, mas vou tentar explicar de uma forma clara e bonitinha. Uma velhota moradora dos Estados Unidos é fanática por livros antigos de literatura inglesa. Esse filme começa em 1950, então basicamente ela gosta de verdadeiros museus, deveria ler contos recém publicados de algum carinha fodão da idade média, mas vamos la. Como ela não consegue encontrar nos EUA, manda uma carta para uma livraria em Londres especialidade em velharias iguais ela. O livro inteiro ela fica mandando cartinhas para la, conversa com todos os funcionários, faz amizades, começa a mandar comida para eles, eu não faço idéia do porque, mas lá eles não podem comprar carne. Todos ficam felizes e retribuem com cartinhas legais. Eles se comunicam desse jeito por mais ou menos 20 anos, e todos amam ela. Ela prometeu ir pra Londres ver eles, eles ficaram felizes, mas ela desmarca porque precisa gastar seu dinheiro pra consertar seus dentes podres. Ficam assim por um tempão, tem umas cenas muito idiotas, na qual a mulher vira pra câmera e começa a falar com nos como se estivesse falando pro cara. Acho que esse diretor bebe… e muito. Mas enfim, no final ela fica conversando com a câmera, ele também, uma conversa chata pra caralho que quase me fez dormir. E depois, ela recebe uma carta dizendo que o cara amigão dela morreu. Se fudeu o coitado. Ela chora um tempão e depois resolve ir pra Londres visitar a livraria. Que merda em mulher? Resolveu ir lá depois que todo mundo tinha morrido, é uma idiota mesmo. Então acaba o filme… Empolgante né? Não deixem de assistir pessoal, filme ótimo pra quem tem problemas na hora de dormir.

O contrato

The hit
(acho que o filme nem é esse, mas como não achei o certo…)

  Esse filme é até um pouco assistível… ou não. A história super empolgante é mais ou menos assim. Um carinha fodão está separado da mulher, e ela quer ir morar em algum país estrangeiro com seu filho. Ele fica puto da vida e vai beber. Lá no bar ele reencontra seu amigo de faculdade, um velhão que não para de rir, esse velhote fala pra ele que é um assassino fodão e que pode resolver os problemas dele. Ele, bêbado pra caralho, aceita. Nessa hora eu fui fazer pão com ovo na cozinha, eu tava de ressaca e morrendo de fome, e como ovo é a unica coisa que sei fazer além de miojo, foi isso que eu comi então perdi um pedaço do filme, mas foda-se, vou voltar aonde eu me lembro. Ele tinha acabado de se arrepender por ter feito isso, e tentou procurar os fodões pra cancelar o contrato. Mas como um bom filme de ação que se preze, eles não quiseram fazer isso. Então ele pegou sua mulher e seu filho e tentaram fugir de um cara altão, malvadão, gostosão e pintudão que estava atrás dela. Uma super perseguição de tirar o fôlego. Os caras são tão burros que colocam uma escada deitada pra chegar no outro lado, seria extremamente fácil eles se agacharem e ir de 4 até la, mas não… Eles foram de pé. Quando chegaram ao outro lado se fuderam, o assassino estava perto e deu um tiro no joelho do cara. A mulher correu, o malvadão correu atrás, pegou o filho dela e fez o infeliz gritar por socorro pra mãe. Essa parte é foda, prestem atenção. O assassino pegou a mãe, ele tinha uma pistola numa mão e uma faca na outra, sabe o que ele fez? Mandou ela se ajoelhar, pegou uma corda e ainda esperou ela terminar uma oração. Sério cara… VAI SE FUDER. Que tipo de assassino imbecil faz uma merda dessas? Ai ja viu né? Ela bate na cara dele e sai correndo; quanta idiotice numa só cena. Então o marido pega seu carro e vai se encontrar com a família, mas o idiota do assassino estava dentro do caro e aponta uma arma pra cabeça dele. Ai acontece a coisa mais óbvia que existe e que todos fazem, pelo menos nos filmes. O cara acelera o carro e ele deixa a arma cair ¬¬ Ok, ok, o filme é de vocês, não irei falar nada a respeito disso. Ai o carro capota umas 50 vezes, os dois sangram apenas um pouquinho no nariz, porque eles são fodões, capotar o carro 50 vezes numa ladeira sem estar usando cinto não afeta ninguem mesmo… O mocinho da uma cutuvelada na cara do assassino que desmaia. Nossa, isso sim é foda, capotar não faz nada com uma pessoa, mas levar uma cutuvelada na cara faz com que eles desmaiem por um bom tempo. Agora ja estamos no final do filme, o mocinho fica dando chutes no vidro para tentar sair mas da pra ver que o vidro não sofreu um arranhão, então o carro explode com o vidro intacto… Mas espera ai, a camera corta pro rosto da mulher dele que está nas árvores e ela pareceu ter sofrido muito, ela disse: Pobrezinho!… Então, numa coisa super fodona de filmes de hollywood quem aparece caminhando pelo mato? Sim, o mocinho consegiu sair de forma super extraordinária, e está intacto. Ohh meu Deus, que cara foda, ele teve 1 segundo pra quebrar o vidro que passou 5 minutos dando chutes e não aconteceu nada, ele saiu em menos de 1 segundo do carro, e quando ele explodiu ele ja estava a meio metro de la. Puta que pariu em cara? Quando eu crescer quero ser igual você*-*. É, esse é o fim. Extraordinário filme, caras fodões no cinema sempre me animam

blog comments powered by Disqus
 
Web Analytics