Uma linda carta de amor

Postado por Unknown | | Posted On sábado, 15 de maio de 2010 at 15:28

  Novidade, dessa vez você não precisa ler o texto, ele foi narrado por mim, para dar mais emoção a carta, então ouçam, ou leiam, ou os dois ao mesmo tempo (e não me sacaneiem pelo meu sotaque e pelo fato de eu dizer porrrrrrrrta)

Download

390062483_23ac980cc2

Querida Bruna

  Estava aqui sentado em meu apartamento com vista para o morro e a lareira de fósforos acesa em minhas costas e não pude deixar de pensar em você. Eu entendo o motivo de você ter me largado, afinal, existem outros homens no mundo que necessitam de seus serviços e eles podem pagar, mas você significou tanto para mim, seus gemidos de “vai amor, isso, ai mesmo, ui” enquanto lia uma revista sobre modas e eu suava feito um porco em uma bicicleta ergométrica em cima de seu corpo molhado pela minha transpiração foi a melhor experiência de toda a minha vida.

  Toda noite antes de dormir eu choro relembrando esses momentos, sua imagem aparece no meu travesseiro no qual eu deixo molhadinho antes de colocar a cabeça toda vez, meu cabaço ficou dentro de você assim como você ficou dentro do meu coração.

  Seus seios, rosados e duros, que foram tão cortejados por mim por longos 10 minutos agora são apenas lembranças que insisto em usar em minhas fantasias onde apenas você impera solenemente por horas a fio. Quando você me disse que eu não precisava de camisinhas eu nem liguei, uma DST de você seria um presente que eu guardaria por todo o restinho da minha vida e iria me orgulhar disso. Infelizmente você não tinha nada e eu continuo sem nada seu.

  Bruna, você é o leite ninho do meu passarinho, você é o meu super fantástico balão mágico, que deixa meu mundo bem mais divertido. Quando acordo de manhã de pau duro e com vontade de mijar, onde eu tenho que escolher entre errar o alvo da privada ou amolecer o bicho antes, eu escolho amolecer do jeito prático, pois você está sempre na minha mente e faz essa tarefa ser mais simples.

  Se lembra no final da noite quando seu cafetão apareceu e me deu um beijo de lingua porque em sua cultura é assim que eles dizem: bom trabalho? Bem, eu fiz um bom trabalho, eu mereci ter sido beijado na boca por um cafetão, porque eu sei que você ficou feliz com minha performance, não importa se minha cãibra tornou tudo mais complicado. Não importa se minha diarréia tenha nos atrasado por 5 minutos, afinal, fio terra da lista, mas mesmo assim veio de brinde.

  Enfim minha linda, espero poder te ver novamente algum dia, estou pensando em vender meu corpo para poder comprar o seu, sua falta faz meu coração despedaçar, eu preciso muito de você. Estou usando um pombo para entregar essa carta, então se ela se atrasar culpe a sociedade protetora dos animais que não me deixou chicotear ele. Falar em chicotear, você pratica sadomasoquismo? A sua parceira asiática sim, to pensando em tentar com ela da próxima vez.

  Pra finalizar escrevi uma canção para você no verso dessa folha, espero que você goste, foi de coração.

 

Com amor, Leonardo.

 

 

Canção para Bruna

“Eu sou, seu amor eu sou seu sol, a Tessália no lençol, você me chupou igual, meu bem
Eu sou,  tudo o que eu quiser ser, e eu quero te comer, porque você me excita, baby
Eu sou, o esperma na privada, sua cerveja gelada, seu croquete agasalhado, eu sou
E eu sou, a razão do seu viver, sua grana pra comer, sai apenas do meu bolso e de mais uns mil caras que também amam você
E eu sou, seu ventilador de teto, sua bosta sai do reto, e vai parar na minha boca porque eu amo teus escrotos e teus líquidos nojentos que você me deixa ver.
Amor, vou ficando por aqui, encontrei um abacaxi, e vou enfiar na minha bunda pra lembrar de nossa noite…” 

blog comments powered by Disqus
 
Web Analytics