Sonhos loucos

Postado por Unknown | | Posted On terça-feira, 10 de novembro de 2009 at 13:46

  Eu sempre tenho sonhos estranhos, muito estranhos. Sei lá o que se passa pela minha cabeça mas ela ta precisando urgentemente de uma descarga. Aqui alguns sonhos que me lembro que aconteceram essa semana.

fotos-de-japoneses-dormindo2

  Eu estava na escola e tava rolando alguma festa, não lembro bem o desenrolar da história, mas o importante é que uma menina que conheço me chamou para perto dela. Cheguei lá e ela me pediu um beijo na buchecha. Eu fui, é claro, ela virou o rosto e quando eu iria dar o beijo ela virou a boca na minha direção. Mas não foi uma coisa normal, ela virou já com os olhos fechados e a boca aberta, foi uma cena muito estranha, você ver ela com aquela cara de idiota com a bocona aberta e a língua já começando a sair da boca. Mas eu a beijei, foi legal, ficamos nos beijando por um tempão, nos abraçando e o pior de tudo é que depois ela parecia feliz com isso, como se me pegar fosse algo bom para alguém. Não entendi nada né? Mas ok, continuamos. Me lembro que ela tava com vergonha de aparecer comigo perto das amigas, isso eu entendo, não sou o tipo de cara que vocês apresentariam para a família, amigos ou animais de estimação, mas chegou uma hora que ela me chamou pra ir pra casa dela ver um filme. Eu não aceitei sei la porque também, então começamos a andar até o ponto de ônibus para ir pra casa já que nosso colégio nesse sonho se mudou da favela para o centro da cidade. Na frente do meu ponto tinha uma barraquinha de cachorro quente que eu descobri que eram os pais e irmãos dela que eram os donos. Fiquei com medo, imagine se ela me apresentasse pra eles? 3 homens e uma mulher mal humorada vendo a filha pegar um monstro como eu, tenho até medo do que eles poderiam fazer com todas aquelas salsichas. Ai acordei, e como vocês já devem imaginar, fiquei de pau duro e molhei minha cama.

  Em outro sonho eu era um cara fodão. Era um “caçador de monstros”, com direito a espada, escudo e um bichinho de estimação que flutuava ao meu lado e só falava o seu nome. Estávamos em um lugar bonito, com água, floresta, pedras, etc.. Nesse sonho eu briguei com meu primo Leandro por causa de besteira, algo do tipo ele ficar zuando comigo na frente de duas meninas que eu queria pegar e ele ter roubado elas de mim. Mas como eu já disse nesse sonho eu era um cara fodão, mas não fiz nada com ele, porque o código dos guerreiros me impedia de matar pessoas próximas de mim. Saí e várias coisas ruins aconteceram comigo, eu fui apedrejado por uma criança ranhenta e cabeluda, derrubei um piazinho de bosta de um cavalo voador e ele ficou bravo e eu fui obrigado a cortar todas as pernas do cavalo, e outras coisas. Até que resolvi fugir, ser um cara livre e caçar por dinheiro. Cheguei em uma esquina onde tinha uns caras parados, eu contei minha história e ele me deu 10 reais pra eu fazer minha primeira missão: Colocar uma aranha no quarto de uma menina que morava ali perto. Eu fui, mas chegando lá me deparei com uma cena que até agora enche minha mente de fantasias eróticas: Ela estava mostrando os seios na janela do 2º andar de sua casa. Fiquei encantado com isso, ela era uma princesa prostituta.

  A noite chegou, eu estava com a aranha na mão (estranho isso, porque como vocês sabem eu morro de medo desses bichinhos nojentos e assassinos por natureza), pulei bem alto (era um sonho, eu era quase um personagem do tigre e o dragão) e entrei em sei quarto escuro e cheiroso. Essa parte do sonho ficou confusa. Não comi, não beijei, não vi e não coloquei a aranha, mas peguei ela nos braços e fugimos para longe correndo o mais rápido possível. E só… sonho estranho. Acordei de pau duro e molhei minha cama.

300_capa2   Por enquanto só me lembro desses, eu tinha algo mais pra escrever mas esqueci. Então até a próxima.

blog comments powered by Disqus
 
Web Analytics