Uma história divertida de uma banda fictícia

Postado por Unknown | | Posted On quarta-feira, 16 de setembro de 2009 at 23:10

Folder(Não é essa banda, mas eles são tão lindos*-*)

  Paulo Grosso era um jovem garoto maloqueiro sofredor cheirador de giz de uma cidade no interior do mundo, ele vivia a procura de diversão e sexo grátis com ruivas oxigenadas na merda com silicones a mostra e muitas drogas ilícitas explícitas revolucionárias de ver dragões e elfos nas árvores pequenas do campo enterrado do sul. Ele queria crescer e virar alguém forte, robusto e cheirosinho, mas como todos sabem nem todos no mundo tem sorte ou dinheiro, então ele caminhou para uma vila recheada de chocolate em uma floresta encantada a procura do lobo mau que segundo a lenda o ensinaria a tocar guitarra bem se ele colocasse a mão em um formigueiro flamejante que existia ali perto. Ele caminhou e caminhou pela terra fria cheia de zumbis quase mortos dormindo após comer o cérebro de um punheteiro que de tanto pensar em putaria deu uma indigestão nos zumbis que os fez ficar com sono e vontade de cagar, mas ninguém pode fazer as duas coisas ao mesmo tempo é claro, a não ser quando estamos bêbados após uma feijoada e desmaiamos e sonhamos que estamos cagando quando na verdade estamos mesmo, já aconteceu muito disso comigo semana passada, mas era xixi.

  Então ele andou pela floresta à procura do lobo mas acabou encontrando o papai noel, um velhinho gente boa que disse que teve que parar para suas renas poderem se reproduzir e ele não podia ficar perto porque as vezes elas também exigem um presentinho do bom e velho homem de vermelho feliz que entra pelas chaminés e come nossos biscoitos e ele tinha medo do desejo desses bichos porque uma delas era o mascote do piazinho tarado do parágrafo anterior que só pensava em putaria e as vezes abusava sexualmente delas com direito a saco na cabeça e arranhões nos chifres.

  Ele achou o lobo mal e achou o formigueiro, aprendeu a tocar guitarra muito bem e foi para a cidade grande tentar montar uma banda que pudesse o acompanhar. Como não achou ele resolveu seguir carreira solo. Fez vários hits mundiais como “o molejo do meu pau”, “a viúva do meu testículo esquerdo” e principalmente: “foda o meu cu que foderei o seu também”, essa última com um verso que dizia mais ou menos assim:
” Foda o meu cu que foderei o seu também
  troca troca é animado mas machuca até demais
  na escola eles ensinam que assim não faz nenêm
  mas foi assim que eu nasci, pode perguntar pros meus pais

  Foda o meu cu, foda o meu cu, foda o meu cu mas cospe antes animal
  foda o meu cu, foda o meu cu, foda o meu cu pra eu poder ir pro hospital”

  Esse foi o maior hit do ano, regravado por várias bandas da MTV que se sentiam totalmente a vontade cantando isso, mas o jovem Paulo Grosso queria mais, ele queria ser o melhor guitarrista e vocalista do mundo. Mas ele não cantava bem então voltou para o lobo mau pra ver se ele conseguia resolver esse problema. O lobo tirou o pau pra fora e botou no formigueiro…

Fim

Moral da história: Se você não tem algo bom pra escrever no seu blog e está sem idéias… não escreva nada.

blog comments powered by Disqus
 
Web Analytics