Uma linda carta de amor

Postado por Unknown | Marcadores: | Posted On sábado, 18 de abril de 2009 at 13:10

amor

                                                              Querida Rosicleyde
    Venho por meio desta carta, para dizer que desde a primeira vez que eu te vi, sentada ao meu lado na delegacia, acusada de prostituição para com os cegos, não consigo mais parar de pensar em você. Morro de vontade, desde então, de enfiar gentilmente minha língua no espaço de sua boca onde faltam 3 dentes e é uma janela que me leva ao paraíso cada vez que você sorri.
   Não paro de pensar em seu cabelo armado, amarrado com aquela argola de camisinha, aquele cabelo vermelho com mechas brancas que balançam cada vez que você sai em um tornado. Não tiro da minha cabeça seus braços fortes, seu suvaco peludo que exala um maravilhoso odor forte  que me faz imaginar rosas púrpuras brotando do esgoto de seus olhos. Ahh Rosicleyde esses seus seios, seus seios me levam à loucura. Chuparia tanto eles que faria sumir até aquela gota de leite seco que penetrou em um lugar inalcançável pelas mãos humanas e que devem estar lá desde o nascimento de seu 18º filho.
   Sua barriga extraordinária que quando senta pode usá-la de cobertor para nós dois. Seu lindo par de pernas cabeludas e a unha encravada que a cada passo jorra pus e deixa um rastro de sua perfeição pelo caminho. Ahhh Rosicleyde, ignore sua condicional e venha me ver. Poderemos fugir para a Rocinha e sermos felizes para sempre. Fique comigo meu amor, sem você não sei viver, sem você não sei amar, sem você não consigo comer, sem você não consigo matar. Eu preciso ter você por perto meu amor.
                                                         calorosamente e cordialmente
                                                                                               Luan.

 

 

 

Obs: O blog ainda não ta pronto, mas não quero deixar vocês sem atualização. Vo publicar esse agora e os outros quando der.

blog comments powered by Disqus
 
Web Analytics