[OFF] Eu confesso

Postado por Unknown | | Posted On terça-feira, 17 de fevereiro de 2009 at 15:29


 Toda comunidade no orkut que se preze tem um tópico desses. Diariamente pessoas entram nele para confessar coisas idiotas, coisas legais, coisas secretas que ninguém vai dar a mínima atenção mas é como se fosse um desabafo para você. Eu resolvi trazer esse tópico supimpa para esse blog supimpa feito por pessoas nem um pouco supimpas porque não é mais maneiro falar essa palavra. Mas ela soa tão legal na minha boca. Supimpa, palavra maneirinha, tentem dizer ela vocês também, se sintam nos anos 70 usando calça boca de sino, ouvindo músicas que pregam a paz enquanto fumam uma erva das boas e fazem sexo sem culpa. Adoraria poder fazer sexo sem culpa, ou com culpa, culpa todo mundo tem mas só os fortes compartilham isso. Afinal, dar o cu é coisa de macho, esses viadinhos ai que não aguentam. Como consegui começar um assunto, pular pros anos 70, fazer uma piadinha sem graça que era a sensação quando estávamos na 5ª série e logo depois entrar no assunto de sexo anal e homossexualidade? Estranho... Mas voltando ao assunto inicial, aqui irei me confessar para vocês no velho estilo de comunidades que querem uma diversão para seus membros inúteis que passam o dia inteiro apertando F5 numa página esperando alguem falar algo inútil ou uma gostosinha aparecer para você poder usar todas suas técnicas de conquista que aprendeu lendo esse blog.
 
 Eu confesso que tenho várias espinhas na cara e ainda não sei se o fato de me masturbar constantemente tem algo a ver com isso, mas toda noite tenho pelo menos uns 7 sonhos eróticos com você e não tem como evitar isso, ele simplesmente começa a crescer e não tem como desviar meus pensamentos, se eu tento pensar em algum livro la está você numa biblioteca deserta sentada numa mesa grande e lendo o kamasutra, se eu desvio minha atenção e começo a pensar num filme novamente você está la sendo a atriz principal e um homem ao fundo com uma placa escrita "ahh ohh iéé baby, isso, agora, vamoss, ahhh, isso meu cachorrão ninfeto com 3 bolas no cio, faça isso, ai mesmo, to quase lá, só mais um pouquinho, nãão, esse é meu nariz, tiraaa, ta doendo, ahhh" anunciando o que você deve falar para deixar o público mais excitado do que uma virgem no meio de um sexy shop canino segurando um osso em formato de pinto enquanto um poodle morde delicacamente seus mamilos recém crescidinhos. Enfim, não tem como desviar minha atenção e eu acabo me masturbando uma hora ou outra, e sempre pensando em você.

 Eu confesso que choro em filmes românticos, mesmo os mais clichês que existem, eles me fazem chorar. Quando a mocinha passa por várias aventuras da pesada que nos deixam de cabelos em pé, e no final pega o galã gostosão e o beija por uns 10 minutos seguidos enquanto ele esfrega a mão na bunda dela e a câmera vai se afastando anunciando o fim da suruba, la estou eu, chorando mais do que um adolescente espertinho que foi visitar a mansão do Michael Jackson, fica todo arrombado e não consegue provar isso pro juíz pra poder tirar uma grana do já falido cantor e ainda fica conhecido na escola como o putinho que deu por dinheiro e só o que recebeu foi um pau.

 Eu confesso que minha bola esquerda é mais caida do que as duas do lado direito e isso me deixa meio triste, ja que se eu tivesse bolas de aço ficaria com o corpo caído para um lado. 

 Eu confesso que sempre que vejo um prédio grande tenho vontade de me jogar la de cima só para sentir a sensação de liberdade nos poucos segundos antes de virar apenas uma poça de merda caída na avenida onde serei comido pelo resto da eternidade por vermes nojentos e pisoteado por pés feios e fedidos de velhinhas idiotas que não conhecem a faixa de pedreste e se arriscam atravessando no meio dos carros para chegar mais rápido na farmácia do outro lado e comprar viagra para seus maridos semi-mortos levantarem por 2 minutos e meio e deixarem a sua perseguida atiçada e voltar aos velhos tempos quando ela fazia isso por dinheiro, dando para homens ricos e de pinto pequeno que não conseguem comer ninguem a não ser pagando ou drogando elas.

 Confesso que to sem inspiração pra terminar esse post e espero melhorar alguma hora pra fazer a parte dois, enquanto isso vou continuar correndo atrás do meu cachorro. Porra bichinho rápido em? É praticamente impossível segurar ele com uma mão e por uma camisinha com a outra. Mas uma hora eu consigo. Ahhh se consigo.

 Obs: Esse da foto não é meu cachorro e não sou um zoófilo... mas como vocês já devem saber, minhas imagens nunca tem porra nenhuma a ver com o post, mas ele é tão fofinho*-*

 UPDATE DE ULTIMA HORA

 Confesso que ver pornografias num computador onde o monitor fica de frente para a janela perto da churrasqueira não é uma boa idéia. Minha mãe ta me chamando de pervertido e meu pai ta rindo pra caralho ali fora...
blog comments powered by Disqus
 
Web Analytics