Sinopse de filmes

Postado por Unknown | | Posted On quinta-feira, 29 de janeiro de 2009 at 17:44

Amor de Sangue

 
(da esquerda pra direita: Policial fodão corrupto, mãe tarada e puta, garoto com sérios problemas, putinha asiática, amigo traíra)

Outro filme do corujão da globo. Eu tava no meu quarto, sussegado assistindo intercine, tava passando um filme maneirinho até, com um ET que tinha um pinto que vibrava e tava desesperado pra comer uma mulher. Bem, acabou esse filme e eu tava me preparando pra dormir quando começou corujão. Eu vi o título e pensei que seria um filme de romance, daqueles bem gays que eu adoro mas sempre choro no final. Prometi pra mim mesmo: “vo assistir apenas 10 minutos dessa merda e vou dormir”. O filme começa com um adolescente super protegido pela mamãe, ela chegando até a dar banho nele. Até ai tudo bem, uma coisa quase normal. Pensei o seguinte: “ele é um cara super protegido, que vai se apaixonar loucamente por uma menina e a mãe dele vai ser contra esse amor e ele vai lutar até o final pra ficar com ela”… eu quase acertei. Então o carinha, um nerd fracote, vai trabalhar, quando seu amigo branquelo metido a gangster chama ele pra ir numa boate. Eles vão, mas esse amigo dele trabalha pra uns mafiosos judeus(??) e na boate ele começa a bater num velhinho pra arrancar dinheiro dele. Mas do nada, o adolescente super protegido da mamãe tira o amigo da frente do velho e começa a espancar o velhinho indefeso. Bate nele por um bom tempo até quase matá-lo. Nesse momento eu falei alto no meu quarto com uma cara de assustado:
 QUE PORRA DE FILME É ESSE???
Continuei assistindo pra ver no que ia dar. Ai esse piazinho é chamado para trabalhar pros gangster malvadões. Ele aceita, é claro. Espanca mais uns carinhas aqui, outros lá, vira um cara de confiança dos gangsters quando ele é preso e não dedura ninguem. Até bate no policial fortão que depois descobrimos que ele faz parte da gangue também. Ele conhece uma menina, uma putinha japonesa, tailandesa, chinesa, africana, sei la a diferença. Uma coisa que demorei pra entender é outro personagem que aparece. Um cara mal, parecido com um ator de filmes de bang bang dos anos 60. Ele apareceu e atacou a putinha “chinesa” mas o adolescente levou a culpa. Ai comecei a entender. Esse cara é na verdade o lado mal do garoto que aparece para ajudar ele a fazer maldades. Quando entendi isso me veio a cabeça um pensamento:
 QUE PORRA DE FILME É ESSE???
Mas ok, um cara super protegido da mamãe que entra numa gangue e tem um lado extremamente mal, capaz de matar velhos gordos no banheiro é uma coisa totalmente compreensível ou não. Ele continua matando pessoas, ajudando seu parceiro a se livrar do alcóol, e blábláblá. Nem me lembro de todos os detalhes porque nesse horário eu tava quase dormindo. Só sei que ri muito dessa merda. O filme é extremamente idiota. Vou pular para o final. O piazinho de bosta leva a namorada para a mãe conhecer. A mãe dele briga com a menina e expulssa ela da casa. O filho fica bravo, ele corre atrás dela contrariando sua mãe e a beija gostoso e os dois fogem, certo? ERRADO. Ele estava quase saindo, quando a mãe dele diz o seguinte: “depois de tudo o que eu fiz para você…” isso ja foi o suficiente para fazer ele ficar em casa e xingar a menina que ama por causa da mãe. O que eu pensei sobre isso?
 QUE PORRA DE FILME É ESSE???
Que bosta pessoal, que tipo de cara deixa escapar um grande amor pra continuar o resto da vida tomando banho com a mãe? Isso que eu nem mencionei que ele foi num puteiro e se recusou a comer uma puta. Fiquei chocado nessa hora. Eu aqui, virgem e ele nem pra comer uma putinha gata indefesa. Ele mata seus dois melhores amigos a mando do chefe. Corta o pescoço de um e atira na cabeça de outro. Isso sim é um cara mal. Depois de matar o último seu alter-ego aparece e diz apenas isso: “pra casa garoto”. Ele chega em casa, com sangue na roupa, com uma cara de mal pra cima da mãe. Como se fosse matá-la. auhauha Essa é a melhor parte do filme. Ele não a mata, ELE TRANSA COM A PRÓPRIA MÃE. Porra… nesse momento foi que eu me sentei na cama e repeti novamente aquela frase.
 QUE PORRA DE FILME É ESSE???
Mas não acaba por ai, não meus amigos. A mãe dele ainda solta uma grande frase: “Oh filho, esperei tanto por esse momento”… uhsauha VÁ SE FUDER. Vo deixar com vocês agora aquela frase, vamos, podem dizer: QUE PO…
No outro dia a mãe dele se mata enforcada… é, ela se mata. Novamente me veio a frase. Então seu chefe diz que vai sair da cidade e é para ele ir junto. O garoto pergunta se pode levar a mãe dele junto, e é isso que ele faz. Empacota a mãe morta e leva ela. No carro seu chefe manda o policial capanga matar ele, mas ele mata os dois. Vai até a ferroviária, para o ônibus que está sua amada, entra e o filme acaba com os dois indo para a Califórnia de ônibus, com o saco da mãe ao lado. O idiota caregou sua mãe. Acabou, essa merda de filme acaba assim. No final eu só pude pensar em uma coisa:
 QUE PORRA DE FILME É ESSE???

Meu, nos créditos eu fiz questão de ver o nome dos caras que fizeram esse filme. O diretor e idealizador só podia estar drogado, não tem outra explicação. Mas eu dou meus parabéns para ele. A única pessoa até agora que tinha arrancado tantos “porra” de mim foi a Bruna, gatinha da 7ª série que eu era extremamente apaixonado e nunca consegui trocar uma palavra com ela. E o que aprendemos com esse filme pessoal?? NÃO USEM DROGAS. Uma merda de sinopse para uma merda de filme. Abraços.

blog comments powered by Disqus
 
Web Analytics