Porque eu sigo o Velho Barreiro

Postado por Unknown | | Posted On terça-feira, 25 de novembro de 2008 at 16:01




 Todo mundo que lê essa bagaça aqui ja deve saber o motivo de eu ter colocado o nome do blog de Seguidores do Velho Barreiro. Mas vou explicar o motivo detalhadamente, não porque vocês queiram saber, mas sim porque não tenho porra nenhuma pra postar e quero compensar aquela merda de post ali de baixo. Bem, meu 1º grande porre foi com o velho barreiro, ele que me iniciou (uii), sem ele talvez hoje eu seria um adolescente normal, com vida social, com um fígado e mais chato do que já sou. Isso se deve ao meu grande amigo Ruann, um dia estávamos no ônibus, vindo pra casa depois do colégio, de pé no biarticulado, encoxando umas velhinhas, sendo encoxado por homens altos, suados, sarados, morenos, gostosos, com pinto grande....então nós tivemos uma idéia, marcar para sair no outro dia e encher a cara em algum lugar. Eu resolvi ir, pra mim nessa época encher a cara era sinal de tomar duas latinhas de cerveja e falar merdas até o efeito passar e agente ficar sem graça das coisas idiotas que tínhamos dito. Chegando no outro dia, nos encontramos no terminal como sempre, ele abriu a mochila e la tava ela, bonita, gostosa, olhando para mim, foi paixão a primeira vista. Fomos em um lugar tranquilo da pacata vila da mniha avó, dominada por marginais e manus V1D4 L0K4 D0 GU3T0 e começamos a beber - nossa, odeio isso, tinha acabado de bater uma punheta e fui soltar aquele mijão gostoso agora, o bicho ficou louco e começou a jorrar mijo pra todo lado, to todo molhado... mas o que isso tem a ver com a história? Bem, voltando- Bebemos pessoal, foi a garrafa inteira com coca, depois, ja meio bêbados resolvemos ir visitar meu tio. Maior cagada que ja fizemos. Nessa época ele ainda bebia e pedimos pra ele comprar uma caixinha de cerveja pra nos, bebemos mais cerveja em cima, na 2ª lata meu amigo começou a passar muito mal, muito mesmo, foi tomar banho e não conseguia se vestir sozinho. Ainda me lembro dessa cena, tive que ajudar ele a colocar a roupa... Foi terrível, aquela bunda peluda roçando na minha mão. Finalmente conseguimos vestí-lo e ele foi deitar. Nessa hora, não sei o que ele estava fazendo pelas redondezas, mas meu pai apareceu la e viu nos dois naquele estado, meu amigo todo vomitado, eu quase perdendo a consciência. Fomos para a minha casa, dormimos em algum lugar e eu fiquei de castigo por dois meses se poder beber. Agora eles ja se acostumaram em me ver naquele estado, ainda bem, mas esse dia nunca esquecerei...
blog comments powered by Disqus
 
Web Analytics