Sábado, sábado. sabadabadabaiê

Postado por Unknown | Marcadores: | Posted On sábado, 11 de outubro de 2008 at 17:51

E hoje é sábado, finalmente hoje é sábado (caramba, eu escrevi aquilo ali embaixo mesmo?), dia de encher mais a cara do que o normal, dia de sair pra balada e beijar menininhas bêbadas, dia de dormir até tarde, almoçar tarde e jantar tarde (ahhh, mas eu faço isso todo dia), enfim. O que você pretende fazer nesse dia tão emocionante? tão sagrado? tão colorido (uiii)? Eu não tenho amigos então não vou sair, vou ficar no pc o dia inteiro e de madrugada vou ficar fazendo strip na cam para meninas que eu nem conheço e amanhã provavelmente eu vou estar em algum site pornô, ou em um site de animais selvagens...Não estou bêbado ainda, por enquanto estou sobrevivendo de café e cigarros, mas a noite vou encher a cara e ficar chorando num canto. [Puta merda, eu to muito emo, tenho que parar com isso]. To tendo um trabalhão para divulgar esse blog, mas isso é muito chato. Porque as fadinhas blogueiras não podem simplesmente aparecer e mandar esse endereço para todas as pessoas do mundo? Seria muito mais fácil. Mas desde que eu embebedei e estuprei as fadinhas elas nunca mais apareceram por aqui. Bem, não tenho muit o que escrever hoje, eu to são ainda, aqui ta chovendo (odeio o tempo em curitiba), mas amanhã é dia das crianças. aeeeeeee, minha mãe não quis comprar presente pra mim, sacanagem. Pra ela só porque eu tenho 17 anos não sou mais criança, vê se pode uma coisa dessas? Mas amanhã a familia toda vai vir aqui, vamos encher a cara, ver criancinhas chatas correndo, pulando, chorando. As mães deles estressadas correndo atrás, gritando mais alto, batendo neles. E nós homens ficaremos na churrasqueira bebendo cerveja e falando sobre coisas que ninguem quer saber mas é o único assunto que aparece. Vai ser a mesma coisa de sempre, meus primos pedindo permissão pra minha mãe pra me levar num puteiro, porque quando eu bebo não escondo de ninguem minha virgindade, como voces ja devem ter percebido. Minha mãe não vai deixar porque eu sou o bebezinho dela ainda. (mas ela ainda não vai comprar um presente pra mim), mas foda-se, hoje eu estou extremamente feliz, não sei porque, mas estou tão alegre que se eu encontrasse algum conhecido na rua hoje eu beijaria ele até o amanhecer, e não me importo se seja um homem. Mas eu não sou gay... Bem, é isso. espero que todos se divirtam hoje, beijem muito, transem mais do que coelhos que acabaram de ser soltos da gaiola e encontraram no mato o amor da vida deles. E muita bebida, quem precisa de fígado né? vamos fuder os nossos e ser feliz. Porque como eu sempre digo: "aproveitem a vida e não temam a morte". beijinho em suas nádegas esquerdas e bom final de semana.
blog comments powered by Disqus
 
Web Analytics